Use o teclado para navegar no site
 

Pipo Pegoraro é músico e produtor musical. Construiu em sua trajetória diferentes olhares sobre a música, tanto do ponto de vista da interpretação/criação musical como também na captação e gravação das obras.

Taxi imã, seu mais recente álbum, foi festejado pela crítica e público, sendo destaque em várias listas de jornalistas e blogs como um dos 10 melhores álbuns de 2011, inclusive na lista da MTV e UOL; e concorreu ao melhor álbum de MPB do Prêmio Dynamite.

Junto com o grupo Q’Saliva gravou em 2005 o disco DELA e seguiu em turnê pela Europa por seis meses, tocando em diversos clubes e festivais europeus como o antológico Paradiso (Amsterdã) e Supernatural (Utrecht – Holanda).

Em 2008 lançou o álbum Intro, seu primeiro trabalho solo e autoral, no melhor estilo “do it yourself” (faça você mesmo).

No final de 2011 lançou seu segundo álbum solo, intitulado Taxi Imã, agora pela gravadora YB, produzido em parceria com o compositor e cantor Bruno Morais.

TAXI IMÃ eleito pela
MTV e pelo UOL
um dos 10 melhores
álbuns de 2011.

Todas as faixas deste disco foram escritas e interpretadas por Pipo Pegoraro, exceto “Samambaia”, escrita por Pipo Pegoraro e Kika, e “Rastro”escrita por Pipo Pegoraro e Pablo Casella. Produzido por Bruno Morais e Pipo Pegoraro entre junho de 2010 a junho de 2011. Gravado no estúdio Traquitana por Décio 7, Cris Scabello e Pipo Pegoraro. Gravado no estúdio Minduka por Bruno Buarque. Gravado no estúdio Querosene por Pipo Pegoraro, Bruno Morais e Blubell. Gravado e editado no estúdio Toca do Tatu por Guilherme Kastrup. Mixado e Masterizado no YB Studios por Carlos "Cacá" Lima. Label manager por Allana Morais. Projeto gráfico e arte por Marcelo Barros no Rock Ink Studio. Fotos por Diana Basei. Todas as faixas editadas por Alternetmusic. Baterias por Décio 7 e Bruno Buarque. Percussões por Bruno Buarque, Guilherme Kastrup e Kiko Dinucci. Baixos por Marcelo Dworeck e Pipo Pegoraro. Guitarras por Marcelo Dworeck, Guilherme Held, Cris Scabello e Pipo Pegoraro. Violões e violas por Kiko Dinucci e Pipo Pegoraro Piano elétrico, órgão, sintetizador e glokenspiel por Maurício Fleury. Charango por Pipo Pegoraro. Bandolim por Henrique Araújo. Trompete por Daniel Gralha. Trombone por Emiliano Sampaio, Gil Duarte e Ben Lamar. Sax Barítono por Marcelo Monteiro e Cuca Ferreira. Sax alto por Marco Nunes. Flauta por Cuca Ferreira. Efeitos e reco-reco de mola por Bruno Morais. Arranjos de metais por Maurício Fleury, Daniel Gralha, Ben Lamar, Cuca Ferreira, Emiliano Sampaio, Bruno Morais e Pipo Pegoraro. Coro e palmas por Blubell, Mairah Rocha, Marcelo Dworeck, Cris Scabello, Maurício Fleury, Pablo Casella, Daniel Gralha, Tereza Xavier, Edu Varalo, Kika, Didi do Trombone, Bruno Morais, Décio 7 e Silvia Tape. Backing vocals por Mairah Rocha, Silvia Tape, Blubell, Kika, Cris Scabello e Bruno Morais. Voz em “Samambaia”por Luiza Maita.

Todas as faixas deste disco foram escritas, compostas e interpretadas por Pipo Pegoraro, exceto “Non Sense”, escrita e interpretada por Pipo Pegoraro e Cássio Carvalho. Produzido por Pipo Pegoraro. Gravado e mixado por Pipo Pegoraro no Estúdio Q’ no período de abril de 2006 à setembro de 2007. Masterizado por Adonias Jr. no Estúdio Arsis. Fotos por Diana Basei. Concepção artística por Pipo Pegoraro, Diana Basei e Marcelo Barros. Direção de arte e Projeto Gráfico por Marcelo Barros no Rock Ink Studio. Voz, Guitarra, Bateria, baixo, violões nylon e aço, citara, percussão, programações/texturas, sintetizadores, Redrum, MPC 1000, Fafisa organ, pianos Toye, Hammond e Rhodes, escaleta, Wurlitzer, Clavinet D6, Lead e Theremyn synths, Pad Kitaro, flauta doce, assovios e assopros, pratos, caixas, agogôs, chocalhos, carrilhão, palmas e sound design por Pipo Pegoraro. Violoncellos por Bruno Serroni. Trompetes por Daniel Gralha. Voz em “Non Sense “ por Cássio Carvalho. Vozes e canções por Iago e Ícaro (meus sobrinhos). Scratchs por Nelsinho Black.

Ensaio

TV Cultura

Pipo

ENSAIO – TV Cultura (TEASER)

filmado e dirigido por Rubens Crispim Jr.

Ficar Assim

 

Querida Bárbara Eugênia

fazendo sua música  Ficar Assim.

 

Show realizado na Serralheria (SP)

Sofia

 

ao vivo na Serralheria

Arapuê Casa de Francisca

 

Arapuê  versão pocket

 

ao vivo na casa de Francisca

Samambaia com Luisa Maita

 

Show de lançamento do disco Taxi imã

SESC SANTANA

vocais: Luisa Maita

Samambaia

 

música de bolso

Ouro Bondali

 

versão pocket ao vivo

na Casa de Francisca

Rastro

 

Lançamento Taxi imã

SESC Santana

Hoje

 

Cultura Livre

TV Cultura

Show Grazie a Dio II

Foto: Diana Basei

Grazie a Dio

Foto: Diana Basei

Show na serralheria

foto: Paola Pelosini

Show alto astral no CCSP!!

Foto Diana Basei

Xênia França e Pipo no CCSP

Foto: Diana Basei

Ensaio

queridos amigos, músicos, professores...

Programa Móbile TV Cultura

Encontro emocionado e emocionante!

TV Trama

Show Teatro Décio Almeida Prado (SP)

participações super especiais de Márcia Castro e Filipe Catto.

Sesc Santana - Lançamento Taxi imã

Foto Diana Basei maio 2012 - SESC SANTANA

Estúdio Emme (SP)

Foto Diana Basei

Show na Serralheria (SP)

Show na Serralheria, festa de 4 anos de Sambarbudo. Bárbara Eugênia convidada hiper especial da night.

Show de lançamento do álbum Taxi Imã

Show de lançamento do álbum Taxi Imã no Sesc Santana. Quinta-feira dia 10/05/12, às 21h, com a participação de Luisa Maita e Bruno Morais. Ingressos no IngressoSesc. Foto: Diana Basei. Design: Rock Ink Studio.

ÓTIMO ano novo!!

Esse ano começa com muita energia e regências aquáticas que são incríveis!!

Ano de disco novo!!

BOM ANO PARA TODOS

VINIL TAXI IMÃ

Oi!

Estamos com o disco Taxi imã no formato vinil para PRÉ-VENDA no site da media4music.

http://eshop.media4music.com.br/product/pipo-pegoraro-taxi-ima/

É afins?!

Revista RGVogue

PIPO PEGORARO POR BLUBELL

Conheci o Pipo Pegoraro em 2003. Ele era guitarrista, trabalhava como técnico em estúdios de gravação e já compunha. Me orgulho muito de ser umas das pessoas que o incentivou a gravar suas músicas. Ele era um excelente músico, mas eu sabia que daria um artista melhor ainda.

As noites que ele virou nos estúdios lhe renderam uma bela bagagem de conhecimento de produção musical. Não foi à toa que ele gravou praticamente sozinho seu primeiro disco, tocando quase todos os instrumentos e assinando a produção.

Mas como o Pipo é aquele tipo de pessoa que todo mundo gosta e quer por perto, também não foi de se admirar que em seu segundo disco, uma banda enorme e talentosíssima engrossasse o caldo da sua músicas solar. Com direito a naipe de metais, percussão e backing vocals, sua veia afrobeat veio mais ainda à tona, dando a luz a um disco primoroso e perfeito, tanto pra ouvir num domingo chuvoso quanto pra dançar.

REVSITA RG VOGUE – SETEMBRO 2013

 

 

DNA Musical – Pipo Pegoraro

 

O artista Pipo Pegoraro é o convidado da coluna DNA Musical no site do Oi Novo Som.

Ele escolheu o disco “Lugar Comum” (1975) de João Donato, como álbum que ele tocaria na íntegra e fala sobre a influência que ele tem em sua música:

“Lugar Comum é uma “tijoladinha astral” na ideia sabe?!

É como um fruto que traz em sua essência a simplicidade elementar da natureza.

Não estou falando de um doce de confeitaria mousse/pavê, sim de algo natural e saboroso.

Esse disco pode ser saboreado com tempo e suavidade debaixo da sombra de uma bananeira…

 

Cantor destila minimalismo em “novíssima” MPB

Guia Folha, São Paulo
dezembro/2012.

 

No meio da nova MPB, existe um canto em que alquimistas (eles estão chegando)

passam os dias a mesclar nuances sonoras.

Lá, onde discos de vinil tocam bossa nova em harmonia com timbres modernosos e parafernálias digitais,

Pipo Pegoraro decerto seria da família real.

O cantor mostra o segundo disco, Taxi Imã, hoje no Sesc Vila Mariana.

O álbum transita por uma miríade de influências, mas – virtude rara -

não dispensa autenticidade em nome da referenciação frenética.

Já faz valer a presença.

“Já ouviu?” entrevista Pipo Pegoraro

Pensamentos sobre a
nova música brasileira

 

O “Já Ouviu?” é um blog desenvolvido por duas amigas (Janaina Faustino e Clara Lugão), 

pesquisadoras e apaixonadas por música brasileira, que fala sobre produção musical nacional

contemporânea sem a pretensão de dar conta de toda sua complexidade, e sim de apontar aquilo que gostam e que acham relevante.

Neste post de 13/12/2012, o blog conversa sobre a carreira de Pipo,

suas influências, sobre os bastidores da produção do álbum Taxi Imã e sobre os rumos que a música brasileira tem tomado nos últimos anos.

Confira a entrevista na íntegra em jaouviu.com.

Programa Móbile / Tv Cultura

Pipo é convidado de Filipe Catto no Programa Móbile

 

Hoje às 23h na TV Cultura Filipe Catto recebe diversos convidados no programa Móbile

dirigido por Fernando Faro e Lillian Aidar.

Faremos uma música do Taxi imã e outras surpresas.

Poesia em alto padrão na televisão!

Assista no You Tube.

  • 18 Set 2014

    LANÇAMENTO MERGULHAR MERGULHEI

    SHOW DE LANÇAMENTO DO NOVO DISCO MERGULHAR MERGULHEI SESC POMPÉIA

Close
Quinta
18.09

LANÇAMENTO MERGULHAR MERGULHEI

SHOW DE LANÇAMENTO DO NOVO DISCO MERGULHAR MERGULHEI SESC POMPÉIA